Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2019

OS TEMPLÁRIOS PLANEJAVAM UMA ÚLTIMA E DERRADEIRA CRUZADA PARA RETOMAR JERUSALÉM

Imagem
Em 1291 acontecia a Batalha l de Acre. Onde os bravos Cavaleiros do Templo lutaram contra hordas infindáveis de infiéis sarracenos. Mesmo em menor número continuaram lutando até o limite. Porém a batalha foi vencida pelos inimigos e a cidade de Acre - último reduto cristão na Terra Santa, voltava as mãos dos maometanos. Após a queda de Acre, a confiança nos templários estava extremamente abalada. Ora se não podiam defender os locais santos, qual era então a necessidade da existência da Ordem? Na França, lugar onde viviam muitos templários, inúmeras reuniões secretas foram realizadas,  com um único objetivo: RETOMAR JERUSALÉM DEFINITIVAMENTE. A Ordem dos Cavaleiros Templários era a organização mais poderosa da época. Então, o que faltava apenas era organizar o exército,  suprimentos, traçar rotas, etc. Jacques DeMolay,  o último Grão Mestre do Templo, como relatam  muitos historiadores, já teria em mãos os meios necessários para a realização dessa última Cruzada. Porém, com

OS 26 CRISTÃOS CRUCIFICADOS NO JAPÃO

Imagem
Durante 300 anos do reinado do Xogunato Tokugawa muitos cristãos foram perseguidos e mortos. Entre 1615 e 1868 o cristianismo foi totalmente  proibido no Japão. E desse modo, qualquer um que fosse considerado cristão era torturado e morto. Uma época que remete praticamente ao século II da nossa era cristã. Porém apesar de serem torturados severamente, muitos cristãos não se rederam e mantiveram a fé em Nosso Senhor. É como o caso dos 26 cristãos crucificados em Nagasaki. Por ordem do Xogun que reinava no Japão  naquela época, foram presos 26 cristãos e crucificados em 5 de fevereiro de 1597. Mas o motivo dessa dura pena não era somente a morte dos seguidores de Cristo. Na verdade era uma forma de mostrar que qualquer um que se revelasse adepto do catolicismo seria punido com todo o rigor possível. Muitos viram antes de morrer, seus familiares serem martirizados. Tudo para que renegassesm a fé católica. Eles foram beatificados em 1627 e canonizados em 1862.