Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2021

"C@R@LH0" NÃO É UM PALAVRÃO E TEM ORIGEM NAS GRANDES NAVEGAÇÕES

Imagem
Quem nunca ouviu a infame frase: "ah vá para o caralho!"? Pois é. Todos sabemos que esse termo considerado pejorativo e denota algo ruim. As vezes é até citado como apelido ao órgão genital masculino. Mas sabia que essa palavra nada tem a ver com esses termos?  Durante as Grandes Navegações, nos navios, haviam aquelas "cestas", que comumente eram chamadas de Cestas da Gávea, (de onde os marinheiros gritavam "Terra à vista!") mas também eram chamadas de "caralho". E em muitos navios, quando os marinheiro era desobediente, o capitão o mandava para a Cesta da Gávea. Lá, muitos deles passavam mal com o balançar da embarcação. Sendo dessa forma um lugar extremamente ruim e desconfortável.  Ou seja, o caralho nada mais é do que a Cesta da Gávea dos navios. Mas que sendo um lugar terrivelmente ruim, acabou por chegar até os nossos dias como um sinônimo de uma coisa nada boa.

OS VIKINGS E SEU ENCONTRO COM O POVO DA AMÉRICA 500 ANOS ANTES DE COLOMBO

Imagem
Muitos historiadores e estudiosos afirmam que navegadores vikings chegaram à América muito antes de Colombo. Os guerreiros nórdicos teriam descoberto a região do Canadá cerca de 500 anos antes do navegador italiano. Estiveram lá por volta do ano 1000 a. D. Porém não permaneceram por muito tempo. Existem especulações que o contato dos vikings  com os índios locais teria sido extremamente  violento. A coisa foi tão feia que, os vikings  partiram e não quiseram mais retornar. Ainda relataram que o povo de lá - da América - era muito agressivo. Para alguns pesquisadores os vikings se referiam às populações americanas que encontraram como "skraelingar". Ninguém sabe ao certo o significado da palavra, porém todas as possiblidades levam para algo pejorativo, como doentios, miseráveis ou desgraçados. Já para outros estudiosos significaria apenas como "estrangeiro". De qualquer forma, o povo lá do Canadá não  deu muita "moral" para os crentes de Odin e os expulsara

POR MAIS INCRÍVEL QUE PAREÇA, "O GRANDE DRAGÃO BRANCO" FOI BASEADO EM FATOS REAIS

Imagem
O Grande Dragão Branco (Bloodsport, no original) foi um grande fenômeno. No filme, Frank Dux participa de um torneio de vida ou morte, o Kumitê.  Lançado em 1988, o filme elevou a carreira de Jean Claude Van Damme ao estrelato. Interpretando o protagonista Frank Dux.  Mas o que poucos sabem é que o filme é baseado em uma história real. Inclusive o verdadeiro Frank Dux, existe e participou das filmagens. Dux diz ter participado de um torneio mortal, o famoso Kumitê, do qual nenhum ocidental teria vencido. Além disso ele ainda afirma que nunca perdeu nenhuma luta, tendo ficado invicto por mais de 300 combates. Porém ainda nos anos 80, alguns jornais começaram a tentar averiguar a história do homem. Nenhuma prova foi encontrada sobre a existência do tal torneio. E o troféu que Frank Dux fala ter ganho ao vencer o Kumitê, segundo os jornais da época, teria sido comprado em uma loja próximo à sua residência. Frank Dux contesta as alegações dos jornais e afirma que isso é apenas uma grande c

NA POLÔNIA, ESPADA MEDIEVAL DE 600 ANOS É ENCONTRADA POR DETECTOR DE METAIS

Imagem
Mais uma descoberta fascinante aconteceu recentemente.  O gabinete do Marechal de Vármia e Masúria anunciou que um entusiasta em arqueologia, usando um detector de metais, conseguiu encontrar uma espada com cerca de 600 anos, além de outros objetos de metais. Quem localizou o artefato foi Alexander Medvedev, na cidade de Olsztyn. Para os estudiosos, a espada deve ter sido utilizada na batalha de Grunwald, que aconteceu em 1410. Nesta batalha os Cavaleiros Teutônicos  lutaram contra os exércitos polaco - lituanos. As autoridades locais ainda esperam encontrar outras relíquias medievais.