OS 26 CRISTÃOS CRUCIFICADOS NO JAPÃO

Durante 300 anos do reinado do Xogunato Tokugawa muitos  cristãos  foram perseguidos  e mortos.


Entre 1615 e 1868 o  cristianismo  foi totalmente  proibido  no Japão. E  desse modo, qualquer um que fosse considerado cristão era torturado  e morto. Uma época que  remete praticamente  ao século II da nossa era  cristã.

Porém apesar de serem torturados  severamente, muitos cristãos  não se rederam e  mantiveram  a fé  em Nosso Senhor.


É  como o caso dos 26 cristãos  crucificados  em Nagasaki.

Por ordem do Xogun que reinava no Japão  naquela época, foram presos 26 cristãos e crucificados em 5 de fevereiro  de 1597.


Mas o motivo dessa dura pena não era somente a morte  dos seguidores de Cristo. Na verdade era uma forma de mostrar que qualquer um que se mostrasse adepto  do catolicismo  seria punido com todo o rigor possível.  Muitos viram  antes de morrer, seus familiares serem martirizados.

Tudo para me renegassesm a fé  católica. Eles foram beatificados em 1627 e canonizados  em 1862.

O nome dos 26  cristãos  mártires  era:

JaponesesEditar

  1. Sto. Francis
  2. São Cosme Takeya
  3. São Pedro Sukeyiro
  4. São Miguel Kozaki
  5. São Diogo Kisai
  6. São Paulo Miki – nasceu no Japão em 1562, e entrou para Sociedade de Jesus em 1580 e foi o primeiro membro japonês na ordem religiosa Católica. Morreu um ano depois de sua ordenação.
  7. São Paulo Ibaraki
  8. São João Soan de Goto
  9. São Luís Ibaraki
  10. Sto. António Dainan
  11. São Matias de Miyako
  12. São Leão Karasumaru
  13. São Boaventura de Miyako
  14. São Tomás Kozaki
  15. São Joaquim Sakakibara
  16. São Francisco de Nagasaki
  17. São Tomás Xico
  18. São João Kisaka
  19. São Gabriel de Duisco
  20. São Paulo Suzuki

EspanhóisEditar

  1. São Pedro Baptista ou São Pedro Bautista – foi um Espanhol Franciscano que trabalhou cerca de dez anos nas Filipinas.
  2. São Martinho da Ascensão
  3. São Filipe de Jesus
  4. São Francisco Branco
  5. São Francisco de São Miguel

PortuguêsEditar

  1. São Gonçalo Garcia

Infelizmente  às vezes a história  se perde com o passar do tempo. E  muitos fatos são esquecidos. Celebramos a coragem e  a fé  desses Santos que deram a vida em nome de Jesus  Cristo  ressuscitado.




Comentários

  1. não sabia dessa história, mas continuo achando cada vez mais surreal o que as pessoas são capazes de fazer em nome da fé delas.
    Adorei o texto, super explicativo!

    ResponderExcluir
  2. O Cruatianismo talvez seja a filosofia que conta com mais mártires. Infelizmente. Confesso que eu desconhecia essa parte da sua história!

    ResponderExcluir
  3. Lamentável! Isso pode ser chamado de n coisas, menos de religião. No minímo são uns lunáticos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS LIDAS

VIVA NOSSA SENHORA! SANTUÁRIO NACIONAL DE APARECIDA VOLTA A RECEBER FIÉIS

IGREJA CATÓLICA CRESCE NO MUNDO, AGORA SÃO MAIS DE 1.3 BILHÕES DE FIÉIS

A IGREJA CATÓLICA É A MAIOR INSTITUIÇÃO DE CARIDADE DO MUNDO

MULHER RECUSA ABORTAR, DÁ LUZ A GÊMEOS, ELES CRESCEM E AMBOS VIRAM PADRES

MENINA ENCONTRA ESPADA NO MESMO LAGO ONDE O REI ARTHUR DEIXOU A EXCALIBUR

A IGREJA CATÓLICA NÃO PERDE FIÉIS, QUEM SAI DA IGREJA NUNCA FOI REALMENTE CATÓLICO

CAVALEIROS DE SÃO LÁZARO: ORDEM MEDIEVAL FEITA POR CAVALEIROS LEPROSOS

JOVEM COM CÂNCER TERMINAL É ORDENADO PADRE GRAÇAS AO PAPA FRANCISCO, FALECENDO DIAS DEPOIS

DENTRE GUERRAS E INTRIGAS ENTRE GOVERNANTES, O ÚNICO LÍDER QUE SE DESTACA É FRANCISCO DOS POBRES