ESCAFISMO: CONHEÇA O PIOR MÉTODO DE TORTURA JÁ CRIADO

Escafismo, também conhecido como suplício  dos botes.

O método, muito praticado na Pérsia antiga, consistia em deitar a pessoa nua, em um bote e cobrir a mesma por outra embarcação ajustável a esta, ficando de fora sua cabeça, mãos e pés. Era então forçada a ingerir leite e mel a ponto de desenvolver diarreia, enquanto mais mel era jogado em seu corpo para atrair insetos aos membros expostos.


O condenado era deixado flutuando em águas paradas ou exposto ao sol. Os vermes que surgiam em seus excrementos, junto às formigas e moscas atraídas pelo mel, iam-lhe então devorando aos poucos, deixando carne exposta e progressivamente gangrenosa.



A ingestão de mel e leite era repetida diariamente para prolongar a tortura e evitar a morte por desidratação ou fome. A morte, quando eventualmente ocorresse, era dolorosa, humilhante e demorada, consequência provável de uma combinação de desidratação, fome e choque séptico.

O historiador e filósofo grego Plutarco escreve na biografia de Artaxerxes que o próprio criador do escafismo, Mitríades, foi sentenciado à morte sob tal pena, sobrevivendo 17 dias até finalmente morrer.




Comentários

MAIS LIDAS

MENINA ENCONTRA ESPADA NO MESMO LAGO ONDE O REI ARTHUR DEIXOU A EXCALIBUR

RUMBLR: UMA ESPÉCIE DE TINDER PARA QUEM PROCURA BRIGAS

PRINCESA É EXCLUÍDA DA LINHA DE SUCESSÃO AO TRONO BRITÂNICO APÓS SE CONVERTER AO CATOLICISMO

AS ORDENS MILITARES MEDIEVAIS AINDA EXISTEM?

ESPADA MEDIEVAL ENCONTRADA NO REINO UNIDO PERTENCIA AOS CAVALEIROS TEMPLÁRIOS

BANDA DE METAL É BANIDA DO ORIENTE MÉDIO POR CONTA DE CANÇÃO QUE EXALTA OS CRUZADOS

NÃO POR NÓS SENHOR: CONHEÇA A ORAÇÃO DOS CAVALEIROS TEMPLÁRIOS

EXCALIBUR? A VERDADEIRA ESPADA ERA DE UM SANTO DA IGREJA CATÓLICA

SAIBA COMO OS CRUZADOS SE REFERIAM À MAOMÉ DURANTE AS GUERRAS SANTAS

CABRAL TAMBÉM FOI UM CAVALEIRO TEMPLÁRIO