A SAGRAÇÃO DE UM CAVALEIRO

 A Cavalaria Medieval,  foi de suma importância  na idade média.  Tanto  por sua  bravura em defesa dos mais necessitados, quanto em levar o Nome de Deus por onde foram.

Um Cavaleiro  quando  era sagrado,  devia passar por um ritual,  para que estivesse disposto a seguir  uma  vida regrada  e de fé.


A cerimônia  de iniciação,  teria  surgido  por volta  do século  XI,  mas ganhou maiores proporções  a partir  do século  XII. Na noite anterior a da cerimônia,  banhavasse para tirar as impurezas,  ficava em jejum e em oração  durante a noite.

Já no dia da Sagração,  ganhava vestimentas  novas.  E após  velada  as armas,  entregavam - lhe a lança,  o escudo,  e a espada,  previamente  depositadas  no altar.  A espada lhe era cingida  ao lado,  enquanto  os outros  Cavaleiros colocavam suas esporas.


Depois o investidor mais velho  lhe dava um tapa no rosto ou pescoço,  onde era seguido por uma passagem bíblica.  O então  agora Cavaleiro,  também  fazia um juramento,  prometendo  defender a Igreja  e os necessitados.

Muitas vezes essas cerimônias  eram coletivas,  e também  por vezes feitas nos campos de batalha.




Comentários

LEIA AINDA MAIS!

PRINCESA É EXCLUÍDA DA LINHA DE SUCESSÃO AO TRONO BRITÂNICO APÓS SE CONVERTER AO CATOLICISMO

CABRAL TAMBÉM FOI UM CAVALEIRO TEMPLÁRIO

ASSISTA AGORA A UMA LUTA REAL DE BRUCE LEE

ENTENDA O QUE HOUVE DESDE A MORTE DE MAOMÉ ATÉ A PROCLAMAÇÃO DA PRIMEIRA CRUZADA

A ESTRANHA E MISTERIOSA MORTE DO REI QUE CONDENOU OS TEMPLÁRIOS À FOGUEIRA

AS ORDENS MILITARES MEDIEVAIS AINDA EXISTEM?

RUMBLR: UMA ESPÉCIE DE TINDER PARA QUEM PROCURA BRIGAS

OS TEMPLÁRIOS PLANEJAVAM UMA ÚLTIMA E DERRADEIRA CRUZADA PARA RETOMAR JERUSALÉM

OS 26 CRISTÃOS CRUCIFICADOS NO JAPÃO

SALADINO PLANEJAVA MARCHAR E CONQUISTAR A EUROPA APÓS AS CRUZADAS