A ENORME INJUSTIÇA A CERCA DO NOVO FILME SOBRE ROBIN HOOD

Em 2010 fomos apresentados a uma nova versão do eterno bom ladrão de Nottigham. Estrelado  por Russel Crowe, Robin Hood, o  filme foi muito criticado na época por apresentar uma trama rasa e até mesmo, pasmem, pelo sotaque  do nosso protagonista.

Eu sinceramente  acho esse filme muito bom.

A crítica foi tão severa que a sequência até hoje não saiu, e duvido que um dia  chegue a ver a luz do sim.

Após tá tantos anos, eis que  chegam as telonas, Robin Hood - A Origem. Um filme que mostra como Robin Loxly, um lorde inglês, que após ser enviado  às  Cruzadas, retorna e vê suas posses e povo de Nottigham mergulhados  na corrupção  do xerife que comanda o lugar.

Mas novamente a crítica desceu o cassete no filme. Sinceramente parece que é  ódio, ou aos diretores/atores, ou ao próprio  Robin. Porque não é  possível  tanto rancor assim.  Sites e outros meios, falaram  mal de quase  tudo.

Gente o filme é  bom, vejam  "bom", não  excelente, nada excepcional, mas é  muito agradável e tirando algumas coisas meio absurdas (como por exemplo a roupa do xerife se parecer com um terno chiquérrimo), diverte e muito. Achei super legais  as lutas e as cenas de ação.

Quero muito uma continuação.  E quem sabe dessa vez a crítica  veja com outros olhos a história daquele que rouba dos ricos para dar aos pobres.




Comentários

LEIA AINDA MAIS!

PRINCESA É EXCLUÍDA DA LINHA DE SUCESSÃO AO TRONO BRITÂNICO APÓS SE CONVERTER AO CATOLICISMO

ESPADA MEDIEVAL ENCONTRADA NO REINO UNIDO PERTENCIA AOS CAVALEIROS TEMPLÁRIOS

CABRAL TAMBÉM FOI UM CAVALEIRO TEMPLÁRIO

SAIBA COMO OS CRUZADOS SE REFERIAM À MAOMÉ DURANTE AS GUERRAS SANTAS

ASSISTA AGORA A UMA LUTA REAL DE BRUCE LEE

FERIADO DE 15 DE NOVEMBRO: NÃO HA O QUE COMEMORAR

OS TEMPLÁRIOS PLANEJAVAM UMA ÚLTIMA E DERRADEIRA CRUZADA PARA RETOMAR JERUSALÉM

ENTENDA O QUE HOUVE DESDE A MORTE DE MAOMÉ ATÉ A PROCLAMAÇÃO DA PRIMEIRA CRUZADA

A ESTRANHA E MISTERIOSA MORTE DO REI QUE CONDENOU OS TEMPLÁRIOS À FOGUEIRA

AS ORDENS MILITARES MEDIEVAIS AINDA EXISTEM?